A gênese

Postado em 03/07/2015 | 0 comentarios | 410 visualizações

A Gênese é, ao mesmo tempo, uma obra de síntese e de ampla visão panorâmica, pois, além de concentrar-se nos pontos capitais da Doutrina Espírita, explanados em O Livro dos Espíritos, o Livro dos Médiuns e o Evangelho segundo o Espiritismo, visualiza os três aspectos com que ela se ocupa: Ciência, Filosofia e Religião.

 A Gênese é, também, uma obra de maturidade de Allan Kardec, onde ele põe em destaque o que o Espiritismo apresenta de fundamental, baseado em sua longa experiência e perspicaz observação de homem sério e equilibrado.

Graças à sua grande capacidade didática, Allan Kardec, conseguiu colocar em A Gênese praticamente todos os problemas possíveis de interesse do espírito humano. Senão, vejamos:

1) Problemas Filosóficos: Nos capítulos I, II e III (Caráter da Revelação Espírita, Existência de Deus, O Bem e o Mal, Instinto e Inteligência e Destruição dos Seres Vivos);

2) Problemas Científicos: Nos capítulos IV a X (Uranografia Geral, Esboço Geológico da Terra, Teorias sobre a Formação da Terra e Gênese Orgânica);

 3) Problemas BíblicosNos capítulos XI, XII e XIII (Raça Adâmica, Os Anjos Decaídos, Criação do Mundo e Perda do Paraíso)

 4) Problemas de Hermenêutica: Nos capítulos XIII, XV e XVII (Milagres feitos por Jesus e Natureza de Jesus);

 5) Problemas Doutrinários: Nos capítulos I e XIV (Reencarnação, Os Fluidos, o Perispírito e a Mediunidade);

6) Problemas Morais: Nos capítulos XVIII (Sinais dos Tempos, Influências das Comunicações no Progresso da Humanidade, A Solidariedade Humana, A Progressão Moral e Intelectual, Prevalência do Progresso Moral e A Geração Nova).

Na Introdução, às páginas 11, Allan Kardec assim se refere ao seu livro – A Gênese:

 “Esta obra é mais um passo dado no terreno das conseqüências e das aplicações do Espiritismo. Conforme seu título o indica, tem ela por objeto o estudo dos três pontos até agora diversamente interpretados e comentados: A Gênese, os Milagres e as Predições, em suas relações com as novas leis que decorrem da observação dos fenômenos Espíritas.”

 Transcrevemos, a seguir, apenas dois trechos de A Gênese, para deleite e quiçá aproveitamento de quantos nos lerem, desejando que a leitura de tão magnífica obra lhes possa proporcionar motivos de profundas reflexões a respeito da verdadeira felicidade, diante dos novos conhecimentos vislumbrados:

“O Espiritismo, dando-nos a conhecer o mundo invisível que nos cerca e no meio do qual vivíamos sem o suspeitarmos, assim como as leis que o regem, suas relações com o mundo visível, a natureza e o estado dos seres que o habitam e, por conseguinte, o destino do homem depois da morte, é uma verdadeira revelação, na acepção científica da palavra.” (Capítulo I, nº 12).

“O Estudo das propriedades do perispírito; dos fluidos Espirituais e dos atributos fisiológicos da alma abre novos horizontes à Ciência e dá a chave de uma multidão de fenômenos incompreendidos até então, por falta de conhecimento da lei que os rege – fenômenos negados pelo materialismo, por se prenderem à espiritualidade, e qualificados como milagres ou sortilégios por outras crenças.” (Capítulo I, nº 40).

 FONTES:

 KARDEC, Allan – La Gênesis, los Milagros y las Profecias Segun el Espiritismo, Editora Cultural Espírita León Denis – Caracas – Venezuela.

JORGE, José – Opúsculo, Visão Panorâmica do Pentateuco Espírita, Instituto Espírita Nosso Lar, Rio de Janeiro-Brasil.

Nenhum comentário, seja o primeiro !

Deixe seu comentário

Comentário*
Ainda não temos nada digitado..